Empreendedorismo feminino: saiba quem são as mulheres que fazem acontecer!

A presença feminina no empreendedorismo aumenta a cada ano. Em todo novo indicador, números apontam que a representatividade e a relevância da mulher nos negócios estão se intensificando cada vez mais.

Por definição, empreender significa pôr em execução, realizar algo. Neste ponto, as mulheres estão em absoluto destaque.

Em uma extensa pesquisa realizada pelo SEBRAE mostrou que do ano de 2001 até 2011, o número de empreendedoras aumentou mais de 20%, enquanto crescimento de empreendedores ficou abaixo dos 10%.

Dados mais recentes, divulgados no levantamento mundial do Global Entrepreneurship Monitor de 2017, feito no Brasil com parceria com o SEBRAE, apontam que mais de 50% dos novos negócios feitos em 2016 foram criados por mulheres.

A disposição de fazer sonhos aconteceram, aliada a determinação de conquistar os objetivos traçados são algumas das razões que fazem o empreendedorismo feminino ser uma força econômica no país.

Perfil da mulher empreendedora

A representatividade feminina no empreendedorismo apresenta algumas particularidades que a torna ainda mais notável.

A Rede Mulher Empreendedora — RMA, rede de apoio do empreendedorismo feminino realizou uma pesquisa para obtenção de informações sobre a atividade.

No estudo intitulado ‘Quem São Elas’, de 2016, revelou que 55% das empreendedoras brasileiras têm filhos e, dentre as que são mães, 75% decidiram empreender após a maternidade, o que mostra a grande dificuldade das brasileiras em conciliar maternidade com a carreira de trabalho.

Outro dado relevante é que 79% das empreendedoras entrevistadas possuem ensino superior completo, porcentagem maior do que comparada aos homens.

Sobre o perfil etário, a média de idade entre as empreendedoras é de 39 anos, sendo que 61% são casadas e 44% são chefes de família.

Em relação à estrutura dos negócios formados, 35% das empreendedoras entrevistadas possuem MEI, e destas, 17% têm sócios e 39% conta com funcionários.

Desafios pela frente

Quem está envolvido com o mundo dos negócios sabe que um bom gestor se faz independente do gênero. No entanto, é impossível ignorar que ainda existem grandes desafios a serem enfrentados pelas empreendedoras.

Apesar das mulheres serem mais escolarizadas que os homens, no geral, seu ganho é sempre inferior. O que mostra que o maior obstáculo é a baixa valorização.

A ascensão empresarial é complexa em qualquer cenário, no entanto, embora haja um crescimento no número de mulheres ocupando cargos de gerencia, isso ocorre de forma bastante lenta.

Diferente do que ocorre com a maioria dos homens, mulheres enfrentam grandes dificuldades em conciliar a vida familiar e ao mesmo tempo, se dedicar vigorosamente à carreira profissional.

Aliado a isso, temos uma cultura empreendedora que ainda não se familiarizou em tratar as mulheres como chefes.

Grandes exemplos inspiradores

Apesar de poucos, o empreendedorismo feminino no Brasil conta com grandes exemplos para inspirar qualquer empreendedor, seja homem ou mulher, a conquistar seus objetivos.

Luiza Helena Trajano, uma das maiores empresárias do Brasil e uma das poucas mulheres a assumir o cargo de CEO na América Latina, tornou o Magazine Luiza a maior empresa de varejo do país.

Além do forte talento empreendedor, Luiza é uma grande defensora da participação das mulheres em cargos de comando, além de incentivar o empoderamento feminino.

Outro grande exemplo é Sônia Hess, que transformou sua empresa família em uma das maiores exportadoras de camisas do país, a Dudalina.

Conhecida pela alta qualidade e design diferenciado, Sônia tornou a Dudalina uma marca de referência no Brasil, fonte de desejo de muito consumidores.

Empreender é uma atividade para pessoas determinadas e obstinadas, no entanto, ainda nos falta muito para conquistar a igualdade de oportunidades.

Na Owzone, acreditamos que o empreendedorismo feminino é um dos pilares para o grande desenvolvimento econômico do Brasil.

Acesse www.owzone.com.br e conheça nossos serviços.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.